Normal view MARC view ISBD view

  Azulejo, trigo, anjo, vaso

Bittencourt, Bia
Other(s) author(s) : Brant, Isadora, [editore] ; Brant, Martina, [diseinatzaile]Language : PortugueseSao Paulo : Vibrant, 2015[50] orrialde : koloretako argazkiak ; 24 cmIrudia (finkoa ; bidimentsiokoa): bitartekorik gabeBittencourt, Bia | Photography -- Artists | Argitalpenaren irudiak (por)
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
Gozatu
Location Collection Call number Status Date due
Orokorra / General Tabakalera 44 BITTENCO. azu (Browse shelf) Available

Kopia kopurua: 200.

Bia Bittencourt web:
A abstração é fundamental. É na abstração que produzimos as utopias. A atual ecassez de novos mundos e projetos de vida transformadores exige um esforço ainda maior da imaginação abstrata para criarmos as opções de futuro. Todo preconceito que recai sobre a abstração como o resultado maléfico do capitalismo deve ser abandonado, e essa importante ferramenta recolocada em uso. Também é verdade que todo processo de criação utópica começa no aqui agora do mundo concreto. A base de toda abstração utópica é esse mesmo mundo que deve ser superado na conclusão dos trabalhos, e os documentos que mapeiam o presente são as guias principais das arquiteturas possíveis. Mas esse mundo concreto que nos envolve e sustenta no presente, repleto de nações, objetos e detritos, apesar de onipresente em nossas vidas, não se entrega sem resistência ao registro da máquina. Por isso, não há dúvida sobre a importância do aproveitamento total de todas as evidências e registros da vida contemporânea disponíveis, com uma atenção especial para os documentos que desviam do lugar comum da materialidade espetacular, amplamente reverberada. Neste livro, frações do real ordinário são dispostas para o entendimento dos detalhes das coisas e das relações entre as coisas com a sedução de uma beleza estranha e espontânea que nos prende ao objeto fotografado o tempo suficiente para nos munirmos para a batalha da imaginação. Se a abordagem do mundo nesse grupo de fotogafias busca a transfiguração do banal em enigma, descaracterizando e até disfarçando a melancolia de espaços abandonados no ponto cego da percepção, é também uma sorte que esse recorte esteja entre nós, em um livro carregado de sutis fantasmas estéticos. É uma sorte termos máquinas transfiguradoras à nossa disposição que nos seduzem para a totalidade do mundo dos detalhes e dos traços fugidios, completando o banco de dados concretos necessários para sabermos com o que exatamente estamos lidando durante a construção das novas realidades.
/ Carlos Issa.

Josia eta azal gogorrez.

150 gr.ko Alta-alvura papera eta azala 350 gr.ko Triplex supremo paperean.

Orriak erditik moztuak.

Offset.

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer


If you liked this, you may be interested